Agricultura Orgânica: A tendência do futuro já começou

O que temos acompanhado nas últimas semanas é um cenário de incertezas, onde especialistas fazem previsões para um futuro próximo, especulando as tendências econômicas e padrões de comportamento da sociedade que já está em processo de transformação por conta da pandemia que nos assola. 

Mais uma vez, o Agro toma conta dos noticiários e se apresenta como um setor seguro e estruturado, mantendo-se firme para garantir o abastecimento de alimentos da população. 

Uma previsão é certa: o foco na saúde tem ganhado destaque na vida do brasileiro, e o alimento é uma das formas como o consumidor traduz essa relevância. No final do mês de abril foram diversas as reportagens informando o aumento do consumo de alimentos orgânicos e suas novas formas de comercialização.

O Valor Econômico noticiou que empresas de plataformas de comercialização quadruplicaram suas vendas de orgânicos após a confirmação da pandemia. A Sociedade Nacional de Agricultura, SNA, trouxe em seu blog de notícias a reportagem sobre esse crescimento do mercado de alimentos orgânicos, dando destaque as formas de comercialização e adaptação dos produtores rurais. 

De acordo com os dados dos últimos 90 dias divulgados pelo site do Google Trends para o  assunto Agricultura Orgânica, o interesse ao longo do tempo pelo termo aumentou significativamente a partir do início de abril de 2020 e se mantém até o início do mês de maio.

Fonte: Google Trends  

Os número comprovam a previsão da tendência, afirmando o padrão de comportamento do consumidor brasileiro diante da preocupação com a saúde e em suas apostas para o futuro. A inovação no mercado agropecuário vem crescendo exponencialmente nos últimos anos e a Agrosuisse acredita que é possível potencializar os negócios com a saúde e o bem-estar da população através do consumo de alimento orgânicos, seguros e sustentáveis.

Deixe uma resposta